21 de maio de 2013

Grupo de Pesquisa prepara diversas atividades para o III Ciepe



O Grupo de Pesquisa em Filosofia da Mente e Ciências Cognitivas prepara diversas atividades para o III Congresso Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão que acontecerá entre os dias 12 e 14 de junho, na Unidavi, em Rio do Sul (SC).

Para o segundo dia do evento o grupo organiza a apresentação do Prof.Dr. Luiz Henrique Dutra que falará sobre Filosofia da Mente. Dutra é doutor em Lógica e Filosofia da Ciência pela Universidade Estadual de Campinas e atualmente é professor associado da Universidade Federal de Santa Catarina. Já publicou dezenas de artigos em periódicos especializados, 15 capítulos de livros e nove livros. Atua principalmente na área de Filosofia, com ênfase em Epistemologia, Filosofia da Ciência e Filosofia da Mente.

Já no terceiro dia do Ciepe o Grupo de Pesquisa em Filosofia da Mente e Ciências Cognitivas terá um painel temático sobre Filosofia da Mente e Neurociência. Serão painelistas os pesquisadores Daniel Gontijo, psicólogo e mestrando em neurociência da Universidade Federal de Minas Gerais,  e Daniel Grandinetti, bacharel em Filosofia e Psicologia e mestre em filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais.  Também serão membros do painel os professores Nivaldo Machado e Pedro Paulo Mendes Sbissa e a acadêmica de Direito Denize Carolina da Cunha.

569 comentários:

  1. Sem a menor sombra de dúvidas este terá tudo para ser o melhor evento que o Centro Universitário para o desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí terá na área de Filosofia da Mente e NeuroCiências.

    A presença dos pesquisadores Daniel Gontijo e Daniel Grandinetti será muito interessante para a troca do resultado de seus estudos em áreas correlatas à Filosofia da Mente. E é claro, ter na UNIDAVI o professor Luiz H. Dutra é motivo de grande satisfação para a instituição e principalmente para os membros do Grupo de Pesquisa em Filosofia da Mente e Ciências Cognitivas.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Estou lisonjeada de fazer parte de umas das turmas que o Sr. escolheu para levar e ver estas magnificas palestras que serão dadas por tantos pesquisadores e filósofos extraordinários, com certeza será uma experiencia unica, e inspiradora para todos nós. A sua força de vontade e seu trabalho inspira qualquer um, pois o Sr. mostra que com esforço e correndo atrás de seus objetivos conseguimos tudo. O trabalho que o Sr. faz pela nossa faculdade é excepcional. Muito obrigada Nivaldo e meus parabéns, pela força de vontade e pelo professor maravilhoso que eis.

    ResponderExcluir
  4. para os acadêmicos do curso de direito que também queiram acompanhar as regiões do mundo que entram em nossas discussões é só clicar no mapinha no lado direito da tela!

    ResponderExcluir
  5. Sou novo ao grupo, mas desde já agradeço a todo conhecimento disponibilizado, abraços

    ResponderExcluir
  6. Scharles

    boa noite, gostaria de esclarecer minha duvida sobre a ligação do homem com a maquina, a ligação de homem é maquina é mais interna ou externa?

    ResponderExcluir
  7. Scharles,

    Atualmente discussões que tratam das temáticas da possibilidade de um mundo pós-humano são várias. Muitas vezes, superficiais e até poéticas. Mas um fator creio que não podemos mais negar que é a utilização de recursos artificiais em nossa vida cotidiana.
    Desde celulares... este blog que estamos conversando... até estações espaciais.
    Parace, grosso modo, que a identidade plena que separava o ser-humano da máquina esta a cada dia mais difícil de ser encontrada.

    ResponderExcluir
  8. Sobre a questão do dualismo, Descartes defende essa questão de maneira veemente, seria sensato dizer que o dualismo fará parte do do nosso cotidiano? Pois a parte pensante e a parte física fazem parte do homem. E como a neurociência estabelece essa parcimônia? Enfim, o dualismo está obsoleto? (Saulo Eduardo)

    ResponderExcluir
  9. Saulo, se a parte pensante e a parte fisica fazem parte do homem, isto já não é parte do dualismo, ou o dualismo em si?

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. (Vanessa Isidoro)

    Bom, boa noite pessoal!

    Assim como todo mundo, estou com muitas dúvidas, mas uma permeia meu reles e mortal pensamento:

    Visto que a filosofia da mente e as neurociências abrangem de forma tão significativa as discussões atuais,e apresentam formas inovadoras de conduzir (deduzir seria muito ousado, pensou eu!) o funcionamento da mente, acredito numa possível transformação do nosso pensamento. Sendo que esse poderia até mesmo ser pré-programado.

    O que me instiga saber é se estas formas de retratar a mente humana acabarão extinguindo a linguagem por si só!?

    ResponderExcluir
  12. Mas a parte pensante é divisível amigo? Assunto que vem a tona...Dualismo faz parte do cotidiano óbviamente. Tem teses de Descartes, Chalmers, Espinosa.. Mas onde concluir e como concluir?

    ResponderExcluir
  13. colegas creio que seria o dualismo sim...um material e o outro oposto..

    ResponderExcluir

  14. Lucas Tiago de Freitas

    "vocabulário mentalista não precisa admitir nenhum tipo de dualismo"

    Preciso entender essa frase ?

    ResponderExcluir
  15. me ajudem: COMO QUE ALGO IMATERIAL PODERIA PROVOCAR O MOVIMENTO DE ALGO MATERIAL.... lembremos que para Descartes o dualismo é de substãncia. E que a Res Cogitans é, de alguma forma, superior a res extensa!

    ResponderExcluir
  16. Pessoal.... hoje eu não ajudo muito não... Só vou botar pimenta!

    ;)

    ResponderExcluir
  17. Scharles


    Vanessa Isidoro tenho que parabenizar você pois achei essa pergunta execelente e dizer que ao meu ver, está ficando cada dia mais comum o "contato virtual"

    ResponderExcluir
  18. Gustavo Pasqualini Kuhl:
    A filosofia da mente não se interessa apenas pela análise filosófica de conceitos mentais ou psicológicos. Ela está também intimamente envolvida com questões metafísicas. (Metafísica - que tem sido tradicionalmente considerada a raiz de toda a filosofia). Afirmando que seja a raiz de toda a filosofia, isso significa que foi uma grande base também para os filósofos?

    ResponderExcluir
  19. Agora ficou mais fácil. Mediante meu simplório conhecimento e agregando o questionamento da Vanessa, a questão de ser programado existe essa possibilidade né? Pois genéticamente os seres podem ser modificados.. Com plantas acontece, como nos casos dos transgênicos, não seria a mesma questão visto da mesma maneira?

    ResponderExcluir
  20. Lucas Pandini

    A respeito do vocabulário mentalista, o critério (iii) seria um bom argumento para dizer que o avanço do pensamento está em eterna adaptação.

    ResponderExcluir
  21. Gustavo,

    Durante muito tem pesquisadores vem advogando a morte da metafísica. Todavia, creio que ela encontra ainda um bom espaço para propiciar excelentes discussões. Aqui neste blog, logo após um breve texto que escrevi acerca do homosapiens ao robosapiens, tem um excelente texto que trata da importância da discussão metafísica para a FILOSOFIA DA MENTE.

    ResponderExcluir
  22. Ricardo zancanaro

    Pessoal, com a leitura do texto, surgiu-me uma dúvida, senão várias, o item (vi) diz que o vocabulário menmtalista, idepende da base em que está sendo executado, levando isso em consideração posso dizer que, sem conhecer o interlecutor ficará impossível a distinção entre homem e máquina?

    ResponderExcluir
  23. O texto DO HOMO SAPIENS AO ROBÔ SAPIENS: PONDERAÇÕES GERAIS ACERCA DO PROCESSO EVOLUCIONÁRIO DA LINGUAGEM NO MUNDO PÓS-HUMANO diz em um dado momento que o vocabulário mentalista também evolui através de um processo adaptativo aos moldes darwinianos. Sendo assim, podesse afirmar que em um mundo pós humano, teremos robô sapiens "pensando" de forma diferente, mesmo tendo uma programação inicial idêntica?

    ResponderExcluir
  24. Fábio Tiago Bagio27 de maio de 2013 19:44

    Boa noite! Na pagina 66, onde o professor fala de Contra-Ataque Funcionalista, o professor deixa a seguinte citação:
    "De modo genérico pode-se inferir que um dos maiores ataques ao funcionalismo refere-se à questão que bases e estruturas artificiais não poderiam gerar experiências subjetivas (qualia)"
    Queria saber se realmente existe algum outro desses "ataques" e quais seriam os que deixam o professor mais instigado.
    Pergunta meia besta mas é isso aí.. Valeu!

    ResponderExcluir
  25. Mayara

    Bom, pela frase que o professor postou entendo algo imataerial por mente e material por corpo, conforme estive pensando e pesquisando, a mente possui algumas capacidade como pensar e perceber. Assim, poderíamos dizer que quando pensamos que em executar uma ação, isso faz com que o corpo receba estímulos, e haja a execução do movimento desejado.

    ResponderExcluir
  26. Renato Paupitz
    respondendo prof
    COMO QUE ALGO IMATERIAL PODERIA PROVOCAR O MOVIMENTO DE ALGO MATERIAL....
    se a mente for algo destinto do cérebro síria assim que o imaterial moveria o material

    ResponderExcluir
  27. Ricardo Zancanaro

    de certo modo jonilson, já temos isso.

    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=programa-inteligencia-artificial-desenvolve-jogo-gratuito&id=010150121220

    ResponderExcluir
  28. paulo e elivelton27 de maio de 2013 19:47

    no livro entre o filosofo e o cientista, há uma pergunta que nos deixa perplexo, pode uma maquina sentir saudades?
    nivaldo, o ser humano procura sempre evoluir e chegamos a uma seguinte questão, seremos capaz de evoluir junto com tanta tecnologia?

    ResponderExcluir
  29. GUILHERME R. FRANCO

    Duas importantes correntes recentes da Ciência contribuem com este campo da filosofia da mente, a neurociência e a inteligência artificial, a primeira contribui por tentar situar a região do cérebro na qual repousa a consciência, e a outra por tentar produzir máquinas que pensam.De que forma essas correntes se tornaram fundamentais para os avanços da filosofia da mente ?

    ResponderExcluir
  30. Scharles Schlemper Filho,

    A duvida surge, O imaterial move o material ?



    ResponderExcluir
  31. Mayara

    Paulo e Elivelton, eu acredito que não, porque conforme o avanço da tecnologia, o homem não será mais necessário, porque a máquina faz tudo que o homem faz, e sem precisar descansar, e etc

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Renato Paupitz
    Nivaldo se botarmos no mundo varias maquinas pensantes será que elas não se voltariam contra seu próprios criadores e talvez pela própria seleção nos acabaríamos extintos?

    ResponderExcluir
  34. Jean

    Algo imaterial poderia movimentar algo material, porque o material e o material seriam um só. Quem ordenaria os movimentos seria o cerebro que recebe todos os estimulos.

    ResponderExcluir

  35. Lucas Tiago de Freitas

    Digamos que esta tendo uma evolução significativa. como o Dr. Nivaldo disse na ultima aula já temos braços humanos sendo substituído por braços mecânicos.

    ResponderExcluir
  36. Chareles eu acredito que não como poderia uma coisa abstrata , mover algo solido real .



    Everson

    ResponderExcluir
  37. Scharles Schlemper Filho


    será correto afirmar que algo imaterial pode ser transformado em material ?

    ResponderExcluir
  38. Perfeito Saulo!

    E quanto a ALGO IMATERIAL PROVOCAR O MOVIMENTO DE ALGO MATERIAL:

    Não creio que isso proceda,pois se nos ampararmos em Descartes,este mesmo é um dualista de substâncias onde mente e matéria são completamente diferentes.

    Assim, entendo que algo imaterial não poderia movimentar algo material,até mesmo porque se pensarmos no imaterial enquanto mente e o material enquanto corpo, como um age sobre o outro?

    ResponderExcluir
  39. Jean

    corrigindo uma palavra do comentario anterior * material e imaterial.

    ResponderExcluir
  40. Independente das perguntas uma questão vem a tona, se dará ou não a questão do material ou imaterial, devemos ter consciência que paradigmas sempre são quebrados na sociedade. Em virtude de questão sobre afirmar algo seria o famoso "senso comum", temos que solidificar nossos conhecimentos em teses e artigos coerentes a anos de estudos pessoal.

    ResponderExcluir
  41. Ricardo Zancanaro

    Lucas de freitas,mas o fato de você ter parte de seu corpo substituido o torna especialmente diferente? A pessoa afasta-se do humano e aproximasse do não humano?

    ResponderExcluir
  42. diagora.

    paulo elivelton, acredito que não pois uma maquina tem muito mais capacidade do que um ser humano e ainda mais com tanta tecnologia como vocês mesmos citaram.(que eu penso)

    ResponderExcluir
  43. paulo e elivelton27 de maio de 2013 19:58

    Mayara
    se olhar-mos desde, a revolução industrial até agora só se cria tecnologia para tentar exterminar o proximo, então a tecnologia necessariamente é o fim do homem certo ?

    ResponderExcluir
  44. Gustavo Pasqualini Kuhl:
    Nivaldo, em base na sua pergunta creio que seja através da imaginação, mesmo não tendo a matéria pode se imaginar tal objeto. Dependente ao conhecimento da pessoa.

    ResponderExcluir
  45. Lucas Pandini
    Mas isso nos leva a pensar que o homem esta matando a si mesmo, pois como seria o planeta terra a espécie humana? Teria que haver um primeiro motor!?

    ResponderExcluir
  46. Francirlei e Samara...

    acredito que o imaterial move o material,se pensarmos que o imaterial é a mente,e o material é o corpo... agimos de acordo com impulsos (cé
    rebro)

    ResponderExcluir
  47. Se deus é algo imaterial, como pode fazer surgir algo material?

    Letícia F.

    ResponderExcluir
  48. Jean

    Vanessa.
    A mente é algo mais proximo do divino, o corpo, humano. Para ligar os dois Descartes acredita que ponto de ligação era glandula pineal, proximo ao cerebro.

    ResponderExcluir
  49. Fábio Tiago Bagio27 de maio de 2013 20:03

    Ricardo Zancanaro, quando você fala de "não humano" você quer dizer..? Um Cyborg?

    ResponderExcluir
  50. Vanessa, com relação a sua resposta me vem uma ponderação. Podemos entender que o impulso nervoso que faz com que os comandos que o meu cérebro manda para minhas mãos digitarem é imaterial, pois não é palpável. Mas mesmo assim, faz com que eu movimente as mãos, fazendo assim que algo imaterial movimente algo material( no caso, as mãos).

    ResponderExcluir
  51. Everson


    o livro entre o filosofo e o cientista , podera uma maquina sentir saudades ,digo que não pois é um monte de circuitos, sendo que cerebro humano pode criar imagens , de uma coisa abstrata .

    ResponderExcluir
  52. Emanoela Starke

    A principal tarefa da filosofia da mente contemporânea tem sido justamente pesquisar formas de conferir objetividade ao vocabulário mentalista, ou formas de reduzir o mentalismo ao determinismo e ao causalismo das ciências naturais sem perdas do sentido mentalista.
    Então se a filosofia procura respostas para o comportamento sendo que nem sempre o que fizemos vem do livre arbítrio e sim naturalmente, ou seja, em certas ocasiões nossos atos são involuntários?

    ResponderExcluir
  53. Ricardo Zancanaro

    Jonilson, o impulso pode até não ser palpável, mas é mensurável, se você ligar um amperimetro na cabeça do sujeito você tera alterações, acredito que o imaterial discutido aqui é além.

    ResponderExcluir
  54. Gustavo Pasqualini Kuhl:

    Everson, concordo com sua afirmação sem falar que não tem sentimentos.

    ResponderExcluir
  55. Roberto Carlos de Souza

    Diagora,penso que essa é nossa grande variável no momento pois,para que haja maquina teve que se ter primeiro um ser com inteligencia certo? então notasse que para as maquinas evoluir os seres humanos tem q evoluir junto,se eles ficarem para traz como vai ser essa evolução?

    ResponderExcluir
  56. Ana Carla e Tuany:

    A dúvida que nso surge diante de algumas questões é: Se a máquina puder a vir extinguir o ser humano, o conhecimento estagnaria? Diante de que, como uma máquina poderá buscar novos saberes sem ser programada ou receber tais informações?

    ResponderExcluir
  57. Ricardo Zancanaro

    Everson, o que você quer dizer com abstrato?? quer mais abstrato que isso, um grupo, separado, unido, em aula...

    ResponderExcluir
  58. paulo e elivelton27 de maio de 2013 20:10

    alguem sabe o que é um zumbi? no sentido cientista em que se refere o livro.

    ResponderExcluir
  59. Lucas Tiago de Freitas


    Gustavo, com a evolução da tecnologia, um robô poderá ter sentimentos sim, não sabemos até aonde os avanços computacionais poderão chegar, isso tudo vai depender dos avanço.

    ResponderExcluir
  60. Renato Paupitz

    resposta para Ana Carla e Tuany
    se as maquinas precisarem ser programadas não pensaram por si sendo assim não se voltando ao ser humano

    ResponderExcluir
  61. Ricardo, entendi o que queres dizer. Mas me utilizei deste exemplo para tentar exemplificar como algo imaterial pode mover algo material.

    ResponderExcluir
  62. Mayara

    Paulo

    Assim, pelo que entendi do livro.
    O zumbi, seria algo como ser humano, porém sem mente.

    A minha questão seria o que vem a ser a mente?

    ResponderExcluir
  63. Scharles


    vejo as maquinas como futuros colegas de trabalho...

    ResponderExcluir
  64. Caros colegas,

    Malebranche acreditava que Deus seria a fonte de toda atividade causal existente...
    Neste caso, se Deus existe e é onipotente e benevolente como poderia haver mal em nosso sociedade?


    ResponderExcluir
  65. Lucas Tiago de Freitas

    Como Ana Carla e Tuany Disseram
    O ser humano não ira fazer uma maquina para prejudicar a si próprio, mais sim para a evolução da Humanidade.

    ResponderExcluir
  66. Gustavo Pasqualini Kuhl:
    Diagora, acredito que capacidade das máquinas no âmbito de produção seja sim melhor que a nossa, porém a máquina veio de nós e mesmo adaptando somos superiores.

    ResponderExcluir
  67. Ricardo Zancanaro

    temos as três leis da robótica, não lembro exatamente, mas elas dizem que um o robno não pode se auto destruir, não pode ferir um humano e tão pouco permitir que um humano se fira, mas, colocando inteligência em uma máquina, para que a mesma se auto conduza, em determinado momento não poderemos ter a tomada da consciência do equipamento?

    ResponderExcluir
  68. Grazieli e Renata

    Então a respeito das maquinas em evolução pode-se dizer que elas podem se tornar seres pensantes? Ou então seres humanos tornaram-se maquinas?

    ResponderExcluir
  69. Tuany e Ana Carla:

    Eversom, acreditamos que a ciência chegará a tal ponto de criar uma máquina perfeita,de tal ponto a ser uma cópia leal do ser humano, com sentimentos, etc... a ciência evolui a tal ponto que é difícil duvidarmos...

    ResponderExcluir
  70. juliano

    mayara a mente talvez seria relacionada a capacidade racional do individuo sendo ele um zumbi ou um computador

    ResponderExcluir
  71. Everson


    então ser dualista é ser um religioso , mistico , já que o dualismo é perca de tempo .... e repudia a ciencia .

    ResponderExcluir
  72. Já não concordo com você Everson, pois existem vários projetos ao redor do mundo que trabalham na criação de robôs com sentimentos e emoções iguais aos nossos, a rede neural dessas máquinas é totalmente baseada nos moldes do sistema límbico do cérebro humano. Embora fisicamente sejam diferentes dos humanos, esses robôs têm total capacidade de sentir e de se emocionarem como todos nós.


    Letícia Fontana

    ResponderExcluir
  73. Emanoela Starke:


    Letícia, Deus é imaterial, por isso vem as teorias que na religião não se comprova, o ser humano tem crenças a respeito desse assunto, mas nada de comprovações.

    ResponderExcluir
  74. Ana Carla e Tuany:

    No texto que o professor pediu que fosse feita a leitura, há uma passagem dizendo "que o vocabulário mentalista também evolui através de um processo adaptativo aos moldes darwinianos". Ou seja, na era dos robô sapiens, poderemos ter máquinas com a mesma programação pensando de maneiras diferentes.

    ResponderExcluir
  75. Francirlei
    com toda essa evoluçâo a chance de uma maquina ter sentimentos ë grande... vocês não concordam?

    ResponderExcluir
  76. Alexandro

    Com os avanços da informática, que estamos percebendo a acada dia em nossa volta, em varias áreas de conhecimento, sera que teremos avanços na área do Direito, sera que uma máquina vai ter poder de julgar nossos atos, fica ai uma pergunta para agente pensar e refletir

    ResponderExcluir
  77. Fábio Tiago Bagio27 de maio de 2013 20:17

    Não podemos descartar que em um futuro também podemos perder o controle da "situação". Mas e aí? Essa perca de controle seria uma falha humana ou robótica????

    ResponderExcluir
  78. diágora

    roberto não sei como você pensa mas no meu ponto de vista o ser humano esta usando a tecnologia para substitui-lo! então de certo modo ele vai criar um robô que consiga monitorar qualquer tipo de maquinas. sendo desnecessário a evolução do ser humano junto com a tecnologia.

    ResponderExcluir
  79. Mayara

    Ricardo, conforme as 3 leis, você diz que uma máquinas não pode destruir um ser humano, mas se o robô, for um ser pensante, como estamos discutindo, quem garantirá que ela realmente não vá ferir um ser humano?

    Essa é a minha maior dúvida...

    ResponderExcluir
  80. Lucas Tiago de Freitas

    Gustavo: Acredito que a máquina seja utilizada como um melhor conforto, no âmbito do trabalho e nas informações pelo aumento de tecnologia.

    ResponderExcluir
  81. mente algo imateria estimulado por neuroneos,mas se de fato ñ tivesem mente ñ andariam ,para movimentar qualquer musculo é necessario o estimulo do cerébro...tanto que ja estão fazendo braços e mais itens mecanicos sobre comando do estimulo cerebral!!!

    ResponderExcluir
  82. Roberto Carlos de Souza

    Diagora, Mero senso comum ...

    ResponderExcluir
  83. ricardo zancanaro

    Mayara, inicialmente, partindo do presuposto que ela deverá seguir as leis, mas como já foi comentado, inclusive em sala, há diversos avanços na área médica, há pernas mecanicas, braços, até pen-drive espetado na cabeça para aquisição de conhecimento, com isso, como podemos determinar o que vem a ser a máquina e o homem?

    ResponderExcluir
  84. Tantas pessoas respondendo, não por nada, mas temos que nos basear em artigos e teorias, autores que tiveram estudos sólidos sobre tais temas... Saulo

    ResponderExcluir
  85. Renato Paupitz

    Letícia
    os robôs não tem sentimentos por enquanto todas suas ações são programadas eles sentem o toque por causa de sensores ou algo do tipo nada de mais

    ResponderExcluir
  86. Grazieli e Renata

    Então Diagora, você quer dizer que o ser humano vai estagnar e as maquinas vão evoluir tornando-se pensantes? Então a sua resposta óbvia é que máquinas vão construir máquinas mais elovuidas que elas próprias!!!

    ResponderExcluir
  87. Partindo do pressuposto pela nobre colega Emanuela, de que Deus é imaterial, como pode ele ter criado e até hoje mover algo material como o nosso planeta?

    ResponderExcluir
  88. Jean

    Conforme o item do texto (iii)o vocabulario mentalista evolui conforme os moldes darwinianos então poderiamas dizer que este mesmo vocabulario esta em constante processo de evolução (INTERROGAÇÃO)

    ResponderExcluir
  89. juliano
    as maquinas nao so serao semelhantes aos homens como iraoa alem da capacidade humana de agir e pensar. o homem esta crindo seu fim de acordo com as caracteristicas e aperfeiçoamentos dados a determinadas maquinas, um computador por exemplo: um computador conhecendo o passado e o presente dos seres humanos podera definir o fim da especie humana????

    ResponderExcluir
  90. Concordo com o Roberto Carlos! Para que haja a evolução tecnológica, deve haver a evolução do homem, visto que este é quem desenvolve tal tecnologia. A menos que que tal evolução chegasse ao ponto de que máquinas pudessem se desenvolver sozinhas... aí sim, creio creio que o homem não conseguiria acompanhar essa evolução. Mas será que há possibilidades de se chegar a tal ponto?

    ResponderExcluir
  91. Tuany e Ana Carla:

    Fábio, acreditamos que nessa situação a falha seria humana. Pois para acontecer falhas, só mesmo se alguém inventar uma máquina que se auto reprograme.

    ResponderExcluir
  92. Meu comentário sobre a pergunta da Grazi e Renata:
    Penso que nem um,e nem outro,pois as máquinas são feitas pelo homem,certo!? acho que não tem como tornar-se uma máquina,pensante,por sí só,ah não ser que ela seja programada para isso,oque torna também um comando e não um pensamento!
    e sobre seres humanos tornarem-se máquinas...será que utilizamos da tecnologia para nos auto-destruir? No meu ponto de vista,acredito que não será possível seres humanos virarem máquinas.... DANIELA COMPER

    ResponderExcluir
  93. Emanoela Stare:

    Eversom, atualmente a questão de robôs esta evoluindo rapidamente, não sendo apena "lata". Existe também a questão que ser humano na minha opinião esta se tornando robôs usando tecnologias e se tornando cada vez mais mecânicos, como braços, pernas mecânicas entre outros mecanismos para tornar a vida das pessoas mais fáceis e nesses casos não deixam de ser humanos por usar da tecnologia.

    ResponderExcluir
  94. paulo e elivelton27 de maio de 2013 20:27

    juliano
    muitos falam de computadores armas nucleares porem no dia a dia vivemos direto em situação de risco, o carro tambem é uma tecnologia, quem leu o livro do nivaldo "ruas de sangue" vai ver como isso esta matando...

    ResponderExcluir
  95. Mayara

    Assim, me baseio no livro "Entre o filósofo e o cientista", a máquina seria algo como um zumbi, que poderia até ensar em algo já pré-progamado nele, como é o caso do pen drive que citasses, mas mesmo a máquina sendo pensante não teria mente (no sentido consciência e subconsciênci, a qual dá a capacidade de congnição), como o ser humano tem.

    ResponderExcluir
  96. Bruna Daniele Machado Brandt

    Juliano, temos com isso que diferenciar o pensar, seria uma escolha feita pela máquina? ou a capacidade de criar algo totalmente novo, um conhecimento? Poderia a máquina agir com ética, moral para definir tais escolhas sem prejudicar todo o resto, ou ficaria somente na razão pela qual foi programada?

    ResponderExcluir
  97. Jonilson, surgiu-me o seguinte: se partirmos do pressuposto do imaterial mover o material, Deus nos moveria até hoje? (estou considerando aqui Deus imaterial por ele não ser palpável)

    ResponderExcluir
  98. As máquinas não irão substituir o homem, de fato, já o fizeram. Se existe o Deus imaterial, então seria a máquina o Deus material? Pois ela sim exerce pleno domínio sobre os homens. Esse "Deus" é físico e com certeza somos seus dependentes e ainda mais, ele pode construir e modificar nossas vidas, alguém discorda? (Saulo Eduardo)

    ResponderExcluir
  99. jean

    Paulo e Elivelton
    A questão aqui não seria a tecnologia carro matar pois quem mata é o ser humano que esta por tras da tecnologia, ou seja quem esta dirigindo, por que o carro por si só não é capaz de matar.

    ResponderExcluir
  100. juliano
    paulo
    so um detalhe os carrros, sim, sao maquinas mas ainda estao sendo controlados por seres humanos certo???

    ResponderExcluir
  101. será que o ser-humano ao desenvolver tanta tecnologia não estaria fazendo igual aos cupins que acabam com o próprio lugar em que vivem?

    ResponderExcluir
  102. Letícia Fontana Para Saulo

    Termos Técnicos...É utilizado para pessoas com um nível superior apropriado, não sendo obrigatoriamente utilizado em um debate e conversas.

    ResponderExcluir
  103. Tuany e Ana Carla:

    Scharles, em tese elas já são! É dificil encontrarmos qualquer estabelecimento comercial sem computadores.

    ResponderExcluir
  104. Anna Gabriela Minusculi

    Francirlei acho que mesmo as maquinas estarem evoluindo tanto, não tem chance delas terem sentimenos pois não são como os seres humanos não possuem os elementos fundamentais para poder sentir o que os humanos sentem!

    ResponderExcluir
  105. Emanoela Starke:

    Concordo com você Leticia

    ResponderExcluir
  106. paulo e elivelton27 de maio de 2013 20:34

    já existem carros que se movem sem motoristas!!!

    ResponderExcluir
  107. Roberto Carlos de Souza

    Saulo, Como seria esse pleno domínio das maquinas sobre os homens?

    ResponderExcluir
  108. Mayara

    Professor, acredito que sim, porque pela luta do poder, o se humano é capaz de criar uma máquina para destruir seus inimigos, sendo assim, quem garante que a máquina não vai fazer o mesmo com a pessoa que o criou?
    Acredito que poderíamos fazer um comparativo com o filme "Exterminador do futuro"...

    ResponderExcluir
  109. Fábio Tiago Bagio e Bárbara27 de maio de 2013 20:36

    Tuany e Ana Carla

    Então podemos dizer que seria uma falha de ambos os lados e com vários aspectos.. só pra complementar mesmo.. :)

    ResponderExcluir
  110. Renato
    letícia tenta arrancar um braço do robô ele não vai ter nenhuma reação e você acabando de arrancar o braço ele não vai sair berrando por ai

    ResponderExcluir
  111. Nobre Nivaldo, a exemplo dos cupins, o homem está fazendo o mesmo. Somos criaturas interesseiras, aquilo que nos traz benefícios independente do bem estar dos outros será feito e ponto final, nem que para isso a natureza ou outras pessoas tenham que pagar. Mas falar isso é errado socialmente. O cupim apenas usufruiu daquilo o que tinha, o humano faz pior..

    ResponderExcluir
  112. Roberto Carlos de Souza

    Nivaldo,sua tese na minha visão é uma
    das mais aceitas, um grande exemplo disso é a substituição de pessoas na industria por maquinas assim gerando desemprego.

    ResponderExcluir
  113. diagora. [

    mayara concordo com você..

    ResponderExcluir
  114. paulo e elivelton27 de maio de 2013 20:39

    nivaldo
    acreditamos que sim. pois o ser humano ao produzir tecnologia está programando seu proprio suicidio...

    ResponderExcluir
  115. Roberto Carlos, como seria o domínio das máquinas sobre os homens? Tu não vive sem seu celular e ainda me pergunta sobre isso?

    ResponderExcluir
  116. Jean

    Elivelton
    Mesmo que tenha carros que se movam sozinhos, sempre tera um ser humano por tras dele o controlando.

    ResponderExcluir
  117. paulo e elivelton27 de maio de 2013 20:42

    caro jean
    até quando???

    ResponderExcluir
  118. Roberto Carlos

    Gustavo Pasqualini Kuhl: Concordo com seu comentário, com o aumento da tecnologia gera cada vez mais desemprego, Homem sendo substituído pela máquina.

    ResponderExcluir
  119. Nivaldo, não concordo com essa comparação com os cupins, devido ao fato do cupim destruir o local que vive única e exclusivamente para SOBREVIVER. O homem está buscando, através da tecnologia, formas de VIVER melhor.

    ResponderExcluir
  120. Ana Carla e Tuany:

    Mesmo acreditando que com tanta evolução tecnológica uma máquina poderá sentir como nós humanos, surge-nos a dúvida de como poderemos ter UMA CERTEZA de tais sentimentos??

    ResponderExcluir
  121. Scharles Schlemper Filho

    será que podemos citar que a maquina de alguma maneira já controla os seres humanos ?

    ResponderExcluir
  122. A máquina mais facilmente terá domínio aos homens, quem é mais inteligente, nós ou as máquinas? E vcs acreditam que elas viverão em parcimônia conosco? Irão aprender a melhor forma dos homens, interesse.

    ResponderExcluir
  123. Jean

    Jonilson
    Apesar de o homen estar buscando melhores formas de viver que nos garante que a máquina não vá se voltar contra o homen, já que ela é tão inteligente ao ponto de substituir o homen

    ResponderExcluir
  124. Everson

    segundo o que entendi do livro o nosso cerebro é espontaneo capaz de criar algo imaginario , peço a quem dis que uma maquina pode ser uma coisa proxima de um ser humano . de que forma ela terá QUALI ?

    ResponderExcluir
  125. Gustavo Pasqualini Kuhl:

    Pode ser analisado em duas formas, o aumento da tecnologia pode gerar uma melhorar qualidade de vida sim, para o conforto da humanidade porém pode gerar desemprego pela substituição do homem e máquina.

    ResponderExcluir
  126. Renato Paupitz

    Ana Carla e Tuany, teremos certeza a hora que eles não obedecerem mas aos nossos comandos

    ResponderExcluir
  127. Anna Gabriela Minusculi

    Professor concordo com você, pois o ser humano esta sempre em busca de poder, e sempre querendo mais, com essa ganancia toda não é capaz de ver o mal que esta causando a si mesmo e a gerações futuras, acabando com o lugar onde vivemos!

    ResponderExcluir
  128. Anna Gabriela Minusculi

    Professor concordo com você, pois o ser humano esta sempre em busca de poder, e sempre querendo mais, com essa ganancia toda não é capaz de ver o mal que esta causando a si mesmo e a gerações futuras, acabando com o lugar onde vivemos!

    ResponderExcluir
  129. Cupins e suas teorias..... Bom, não que não seja uma forma de comparar, mas os cupins agem sem consciência, agem apenas pela necessidade de se alimentar, e não destroem a natureza, porque a natureza se repõe mais rápido do que eles consomem, tornado-se um ciclo auto-sustentável. Quanto ao consumo humano, já é completamente diferente. O homem age consciente, e já há muito não se contenta apenas em usar a natureza para o consumo em si. O ser humano consome, extrai e depreda a natureza, desiquilibrando o eco-sitema, exterminando continuamente as mais variadas espécies. Eu pergunto: até quando o homem vai agir assim, e em que posição estamos na lista de extinção?

    ResponderExcluir
  130. Professor Nivaldo, creio que o homem esteja mesmo fazendo o mesmo que os cupins, ou talvez pior como disse o Saulo. Mas, seria possível evitar uma possível extinção dos homens pela sua própria criação?

    ResponderExcluir

  131. Crislaine
    Francirlei: não uma maquina nunca vai ter sentimentos como um ser humano ela pode ser até programada mas vai ter a mesma capacidade de um ser humano....

    ResponderExcluir
  132. OBS: programada mas NÃO vai ter a mesma capacidade de um ser humano.

    ResponderExcluir

  133. Jean, concordo com você. Vai chegar em um ponto a evolução da tecnologia, que o homem sucumbirá as máquinas. Mas isso por culpa única e exclusivamente dele.

    ResponderExcluir
  134. Anna Gabriela Minusculi

    Scharles acredito a maquina de certa maneira já nos controla, pois um exemplo bem simples é só faltar energia por algumas horas que nada mais funciona, ou se o sistema de um determinado departamento não esteja funcionando não somos capazes de fazer mais nada, estamos cada vez mais dependentes das maquinas!

    ResponderExcluir
  135. levando em consideração q maquinas são criadas pelo o ser humano,o fato de clonagem ñ passa despercebido,logo me surge a duvida, um ser clonado q foi desenvolvido em laboratório não possui sentimentos?
    Vamos observar o avanço da tecnologia,se cientistas desenvolveram outra vida identica com a natural da qual anda,emite sons e etc não poderam fazer uma COISA q desenvolva sentimentos?
    vale a pena analizar o que é mais dificil e improvavel, trazer a existencia de outro ser ou montar uma maquina?

    ResponderExcluir
  136. Francirlei e Grazieli
    Professor acredito que sim,o ser humano criou coisas para sua propria destruição. tais como a bomba nuclear

    ResponderExcluir
  137. Emanoela Starke

    Scharles, acredito que a maquina esta sendo criada para facilitar a vida, mas não usando ela corretamente ela acaba controlando o homem, sendo que nós não conseguimos mais viver sem a tecnologia, um exemplo seria a internet, ela é usada para nossa comunicação, objeto de trabalho, lazer e tudo mais, mas não conseguimos mais ficar se quer algumas horas sem ela que já nos apavoramos.

    ResponderExcluir
  138. Concordo Thiel, sucumbirá por esse motivo mesmo, os homens. De dominadores passaremos ao status de dominados.

    ResponderExcluir
  139. paulo e elivelton27 de maio de 2013 20:57

    crislaine
    explique-me o sentimento de um psicopata, pois ele não tem sentimento não é?

    ResponderExcluir
  140. Professor

    O ser humano ta desenvolvendo uma forma de vida não humana , no minha opinião estão criando uma que um dia com tanta tcnologia podera , começar a fabricar a si mesmo, ou seja querem que se aproxime tanto de um ser humano que as consequencias deixam para se pensar depois to fato revelado , na minha opinião estamos nos substituindo .

    ResponderExcluir
  141. Everson que postou a mensagem para o Professor .

    ResponderExcluir
  142. juliano
    vc tem sentimentos???
    quem me garante que voce nao e um piscopata???

    ResponderExcluir
  143. Francirlei
    cris
    será? olha o quanto progredimos.

    ResponderExcluir
  144. CRISLAINE
    ELIVELTON E PAULO SO O FATO DE ELE TER PRAZER DE MATAR OS OUTROS JÁ TEM SENTIMENTOS....

    ResponderExcluir
  145. Ricardo, Mayara, Jean, Lucas Pandini, Guilherme, Bruna, Ana Carla, Tuany:
    Paulo concordamos, um psicopata não tem sentimentos. Já que o ato de arrancar a cabeça de um gato para ele e arrancara a cabeça de uma boneca, é a mesma coisa, não sabendo diferencia-los

    ResponderExcluir
  146. Jonilson, creio realmente que haja essa busca de formas de viver melhor através da tecnologia. Mas será que estamos tendo sucesso nisso? Ou estaríamos nos tornando escravos de nossa própria criação?

    ResponderExcluir
  147. Renata e Grazieli
    Ja comentado em sala de aula a respeito de psicopatas. Citamos que todas as pessoas possuem um Q de psicopata, sendo que nem em todos é desenvolvido. A menos que surge um ponto na vida do individuo que o transforme ou acentue este ponto tornando-o assim um possivel psicopata.

    ResponderExcluir
  148. O exemplo dos cupins é claro, onde os cupins sugam o máximo de seu mundo(ninho), cujo o homem faz igual, criando tecnologias que possa explorar o máximo do mundo em que vivemos! podendo sim, estar se destruindo!

    ResponderExcluir
  149. Jonilson,

    Formas de viver melhor.... mas também de bombas melhores!


    ;)

    ResponderExcluir
  150. Anne Karoline

    Professor, a tecnologia se tornou uma necessidade, querendo ou não o ser humano acaba criando cada vez mais, sem nem notar que com isso pode destruir. O senhor citou os cupins, eles destroem por necessidade, precisam disso! Da mesma forma os humanos, precisamos da tecnologia, não vivemos mais sem isso, e com isso acabamos criando cada vez mais e mais, sem notar a destruição que causa, ou ate notando mas sem nem ligar, pois já se tornou um vicio!

    ResponderExcluir
  151. Alexandro

    Acredito que o homem ja e extremamente dependente da tecnologia dos, pois estamos cada vez mais dependentes dela, pois nossos comportamentos estão mudando a cada dia que passa, nosso orgânico esta cada vez mais artificializado, e então acredito que cada dia que passa seremos mais dependentes, e porque não reféns da tecnologia, podemos concluir que essas maquinas podem ser chamadas de "cupins" que vão destruir nossas casas.

    ResponderExcluir
  152. crislaine
    juliano: todo ser humano tem sentimentos ...

    ResponderExcluir
  153. ai galera, o exemplo do cupins foi eu que postei, LUCAS PANDINI

    ResponderExcluir
  154. O que seria do mundo dominado por aqueles que tem o pleno domínio de bombas nucleares por exemplo(máquinas)? Tornaríamos escravos?

    ResponderExcluir
  155. Letícia Fontana para Elivelton e Paulo

    É claro que os psicopatas têm sentimentos. Apesar de sentir amor etc., é incensível: os sentimentos dele não causam impacto em sua vida, o que permite que cometa coisas horríveis sem se abalar. O psicopata é indiferente a todos.
    O que prova que um psicopata têm sentimentos é que muitos deles são casados, têm amigos, familias. Mas nenhum dessas pessoas é realmente importante para eles.

    ResponderExcluir
  156. paulo e elivelton27 de maio de 2013 21:08

    cara crislaine
    é com humildade que venho atraves deste comentario lhe dizer que você acha que matar alguem é ter um sentimento!!!

    ResponderExcluir
  157. Gustavo Pasqualini Kuhl:

    Concordo Everson, tanto que atualmente não vivemos sem algum aparelho eletrônico etc.

    ResponderExcluir
  158. ricardo zancanaro

    como estava no texto que lemos para a primeira prova, o homem cria as máquinas para que sobre mais tempo, no entanto o homem tem criado tantos outros subterfugios que acaba consumindo esse tempo como coisas outras

    ResponderExcluir
  159. sim,de fato professor!!!
    Mas a questão é,se deram geito de fazer outra vida,porque não uma maquina com sentimentos,com estimulos e vontades propria!

    ResponderExcluir
  160. CUPINS SO PARA OS FORTES AINDA BEM QUE O CAMPUS DA UNIDAVI E DE CONCRETO.

    ResponderExcluir
  161. ricardo zancanaro

    isso é tema de filme saulo,,, lembra do exterminador do futuro

    ResponderExcluir

  162. Thais, acredito que estás cometendo um equívoco ao comparar máquinas com avanço tecnológico. Não é uma tarefa criar uma máquina que sinta alguma coisa, nem tampouco fácil criar uma nova vida. Mas se tratando de comparar clonagem e criação de máquinas, estamos falando em desenvolver seres orgânicos e inorgânicos, respectivamente. Portanto acredito que o fato da clonagem não nos ameaça tanto quanto o desenvolvimento de tecnologias não orgânicas que possam "produzir" sentimentos.

    ResponderExcluir
  163. Bom Thaís,clonar um ser e montar uma máquina,são coisas bem diferentes,não é?! o ser vivo clonado possui sim sentimenos,afinal,também é um ser!
    ..Quanto a 'coisa',no caso sendo uma máquina,ter sentimento,acredito que seja impossível!
    Daniela C.

    ResponderExcluir
  164. Um psicopata tem sentimentos em excesso, acompanhem
    A psicopatia é um transtorno de personalidade: apresenta, como característica principal, uma alteração de caráter. Essa alteração faz com que indivíduos utilizem ações comportamentais patológicas para controlar e manipular pessoas com mais facilidade, o que pode resultar em danos à sociedade em geral. Existem evidências de que anormalidades cerebrais podem estar relacionadas com o aparecimento de comportamentos semelhantes aos de psicopatas. Esse transtorno ocorre tanto em homens quanto em mulheres, mas cada sexo apresenta peculiaridades, principalmente em relação à forma do comportamento manifesto. O presente artigo, por meio de revisão teórica nas bases de dados, tem por objetivo discutir as características da psicopatia e, de forma específica, buscar identificar as diferenças existentes entre os sexos.(pepsic.bvsalud.org)

    ResponderExcluir
  165. Mayara

    Cris:
    "Através do encanto superficial o psicopata acaba coisificando as pessoas, ele as usa e quando não o servem mais, descarta-as, tal como uma coisa ou uma ferramenta usada."
    Isso é uma pessoa que tem sentimentos?

    ResponderExcluir
  166. Emanoela Starke


    Professor, Acredito que com o passar do tempo a evolução das maquinas podem ter algum agravo para a sociedade.. como nos casos de produção, que criaram a maquina para facilitar a vida do ser humano mas com isso muitos pessoas acabaram perdendo seus empregos pelas maquinas. Outra questão seria que a nossa essência pode deixar de ser natural por influência da tecnologia, uma maquina pode ser preparada com muita sabedoria para que consiga ser igual ou melhor que o Ser Humano.

    ResponderExcluir
  167. Eliventon e paulo,
    Um psicopata sofre de desturbio,logo é indfinido o sentimento dele,sendo um sentimento bom ou ruim ,não deixa de ser sentimento
    A questão não é moral e sim cientifico!!!
    Indiferente de ser bom ou mal...

    ResponderExcluir
  168. Lucas Tiago de Freitas

    Podemos dizer que o ser humano vai se moldar, conforme a tecnologia vai evoluindo.

    ResponderExcluir
  169. Roberto Carlos de Souza

    Meus caros, no momento estamos debatendo sobre um determinado assunto certo? pergunto a vocês terá a maquina capacidade de debater sobre determinados assuntos?

    ResponderExcluir
  170. crislaine
    elivelton: claro que sim matar é um sentimento de prazer ex: quando tem um pernilongo te enchendo o saco você não tem prazer de matar ele

    ResponderExcluir
  171. Saulo, consegui uma definição menos complicada: "Psicopatas são pessoas, acima de tudo, frias e insensíveis. Frias emocionalmente de tal forma que nada as faz se comoverem por algum tipo de dor ou sofrimento alheio. Via de regra, não demonstram qualquer tipo de afeto, amor ou carinho por outra pessoa, inclusive seus próprios familiares. Só o demonstram para conseguir algo."

    ResponderExcluir
  172. ricardo zancanaro

    pessoal, surgiu uma dúvida aqui, máquinas não tem sentimentos, psicopatas não tem sentimentos, mas o que vem a ser os sentimentos aqui discutidos??

    ResponderExcluir
  173. ricardo zancanaro

    roberto, no momento, discussões em nível acadêmico acredito que ainda não, mas já temos exemplos de possibilidade disso http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=moderador-virtual&id=010150130318

    ResponderExcluir
  174. Gustavo Pasqualini Kuhl:

    Emanuele: Creio que no âmbito da racionalidade a maquina já é superior a nós.

    ResponderExcluir
  175. http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2003/06/11/554485/sob-dominio-das-maquinas.html ANALISEM TODOS

    ResponderExcluir
  176. ricardo zancanaro

    gustavo, como assim, as máquinas tem mais razão?? pra mim são calculadoras bem avançadas...

    ResponderExcluir
  177. Roberto Carlos de Souza

    Ricardo Zancanaro, obrigado pela dica!!!

    ResponderExcluir
  178. Lucas Tiago de Freitas

    O termo sentimento é muito usado para designar uma disposição mental ou algum propósito de uma pessoa para outra. Sendo assim, os sentimentos seriam ações decorrentes de uma decisão, além das sensações físicas que são sentidas como conseqüência de ama
    Autor: Thiago Ribeiro

    ResponderExcluir
  179. Gustavo Pasqualini Kuhl:

    Ricardo: Foi neste sentido que me referi.

    ResponderExcluir
  180. Com relação a discussão sobre os psicopatas, acredito que os psicopatas tem sentimentos sim. Talvez o que ocorra com eles seja uma disfunção cerebral que faz com que estes sentimentos não sejam relevantes. Por isso a frieza nas suas ações.

    ResponderExcluir
  181. Letícia para Saulo

    ''O que seria do mundo dominado por aqueles que tem o pleno domínio de bombas nucleares por exemplo(máquinas)? Tornaríamos escravos?''

    Bom Saulo, já estamos nessa era! O Estados Unidos, Rússia, o Reino Unido, França e China, já tem esse armamento nuclear... E já nos tornamos reféns deles!

    ResponderExcluir
  182. Letícia para Saulo

    ''O que seria do mundo dominado por aqueles que tem o pleno domínio de bombas nucleares por exemplo(máquinas)? Tornaríamos escravos?''

    Bom Saulo, já estamos nessa era! O Estados Unidos, Rússia, o Reino Unido, França e China, já tem esse armamento nuclear... E já nos tornamos reféns deles!

    ResponderExcluir
  183. Boa Thiel, mas vincula ao cerne da questão sobre seu poder de modificar, anular e voltar tudo ao seu interesse. São mais inteligentes do que julgamos, não é em vão, que dominam os "desprovidos de neurônios"...

    ResponderExcluir
  184. Renato Paupitz

    Roberto Carlos de Souza, claro que pode responder e tudo com exatidão o Google não te traz varias respostas de todos os assuntos que você imaginar

    ResponderExcluir
  185. juliano
    jonilson bem lembrado!!! sentimentos irrelevantes..

    ResponderExcluir
  186. Dos livros de ficção cientifica a realidade
    Devemos sempre questionar a avaliar os riscos da implementação das novas tecnologias. Apesar de sempre sermos movidos por “boas intenções”, teremos sempre a exposição das contaminações que se sucedem ao uso de tecnologias com o poder de tomar decisões. Muitas são as teorias que relatam o assunto, em livros e até filmes. Mas quem garante que já não existam robôs-humanos entre nós, assim como alienígenas. Qual seria o impacto emocional ao sabermos disso? Como aceitaríamos essa nova realidade? Quais as leis que seriam aplicadas a essas novas entidades?

    ResponderExcluir
  187. Emanoela Starke


    Ricardo, Sentimento é algo que sentimos involuntariamente, sendo da nossa essência, uma sensação que pode ser tanto de prazer, felicidade, odeio, rancor, etc..

    ResponderExcluir
  188. paulo e elivelton27 de maio de 2013 21:24

    crislaine
    seu argumento é muito bom só que não podemos confundir pernilongos com seres humanos! você teria capacidade de matar um ser humano como se fosse um pernilongo so porque estaria te encomodando? o nivaldo falou na sala semana passada lembra dos peixes e dos gatos... a final de contas só porque nos sentimos superiores temos o direito de matar? assim sendo pense nos robos se eles se sentirem mais evoluidos vão nos exterminar>>...

    ResponderExcluir
  189. OK,thiel vc diz que eu estou equivocada em comparar uma maquina com avanço tecnologico,logo me vem uma pegunta o fato de montar uma maquina ( um braço mecanico) onde seus movimentos são estimulados por cerebro( coisa organica) não é avanço de tecnologia?
    Quem garante que ainda não criaram uma maquina com sentimento?
    levando em consideração que foi broibido produzir um ser humano em laboratorio pois ia contra os principios morais,uma maquina com sentimentos iria superar os humanos,logo alguem que preserve tantos principios iria deixar a tona uma evolução dessa?

    ResponderExcluir
  190. Roberto Carlos de Souza

    Renato Paupitz,e como saber quais conhecimentos que o google nos informa são verídicos. Ou são exatamente o que nos estamos procurando.

    ResponderExcluir
  191. Quanto aos psicopatas,acredito que eles tenham sim sentimentos,pois são seres humanos,por mais que seja um psicopata,não quer dizer que não tenha sentimentos...embora,sejam sentimentos negativos,devido ao próprio 'problema' que eles tem,não deixam de ser sentimentos!

    ..Os sentimentos aqui discutidos,na minha opinião Ricardo,são os que nós seres humanos temos,comparados aos que algumas pessoas ou muitas,acreditam que possa uma máquina ter.Ou seja,sentimentos que adquirimos por natureza,para sentimentos que seriam,digamos assim,artificiais!
    Daniela C.

    ResponderExcluir
  192. Saulo, acredito que estamos nos equivocando um pouco quando dizemos que o psicopata tem o intuito de modificar, anular e voltar tudo ao seu interesse. Essas características são do sociopata.

    ResponderExcluir
  193. Essencialismo X Existencialimo

    Poderia um preceder o outro, ou um depender do outro para se tornar algo "completo"?
    A relação entre mente e corpo creio que pode ser comparada á esse dualismo também...

    O que acham?

    ResponderExcluir
  194. juliano
    paulo e elivelton
    a questao nao e evoluçao das maquinas e sim o poder sobre as especies mais fracas... ou seja assim qua as maquinas alcancarem o dominio sobre os homes, nao irao voutar a submissao dos homens...

    ResponderExcluir
  195. Gustavo Pasqualini Kuhl:

    Roberto Carlos: Concordo pois nem sempre tudo que é postado nas redes é verdadeiro.

    ResponderExcluir
  196. Renato Paupitz

    Roberto Carlos de Souza, como comprovar que todas os assuntos aqui são verdadeiros?

    ResponderExcluir
  197. crislaine
    sim mayara psicopata também tem sentimentos sendo bons ou maus....

    ResponderExcluir
  198. ricardo zancanaro

    google tem bastante informação, informação nem sempre é verdade.

    ResponderExcluir
  199. Letícia, o que vem a tona não é o domínio no âmbito potência, mas sim, do homem perder o controle das máquinas que exercem a função nesse quesito..

    ResponderExcluir
  200. Ana Carla e Tuany:

    De acordo com o link cedido pelo Ricardo (http://noticias.universia.com.br/destaque/noticia/2003/06/11/554485/sob-dominio-das-maquinas.html) daqui dez anos, os computadores terão a mesma capacidade de raciocínio dos humanos, então porque não poderão "trocar ideias" ou debater como nós?

    Obs: respondendo a pergunta do Roberto.

    ResponderExcluir

Bem-vindo à discussão!